Troféu Mulher AIC-2024: Cleuza Brandão Recebe Homenagem por Destaque no Cenário Cultural

                          

Na noite de terça-feira, 9 de abril, a renomada dramaturga e roteirista Cleuza Brandão foi uma das homenageadas durante o evento anual Troféu Mulher AIC-2024, realizado na Embaixada de Camarões. Reconhecida por sua relevância no cenário cultural brasiliense, Cleuza recebeu o prêmio em uma cerimônia marcada por elegância e reconhecimento às mulheres que se destacam em diversas áreas, incluindo politica, militar, empreendedorismo e cultural.  

O evento, sob a liderança da presidente da Academia Internacional de Cultura (AIC), Shirley Pontes, teve como anfitriões o Embaixador de Cameroun, Martin Mbeng, e sua esposa, a Embaixatriz Laura Mbeng, que receberam os convidados com hospitalidade e cordialidade. Entre os presentes, destacavam-se familiares e amigos de Cleuza que testemunharam o merecido reconhecimento à homenageada da noite. 


A cerimônia, marcada por momentos de emoção e gratidão, reforçou a importância do empoderamento feminino e da valorização do talento das mulheres em todos os setores da sociedade. Cleuza Brandão e as demais homenageadas da noite representam exemplos inspiradores de excelência e dedicação, deixando um legado significativo para as gerações futuras. 


Além de Cleuza Brandão, outras mulheres notáveis foram agraciadas com o Troféu Mulher AIC-2024, incluindo Ana Cláudia Couto Mizziara, Ana Paula Barros Abka, Damiana Leoi, Eliana Calmon, Laura Mbeng, Mônica Mesquita de Miranda, Paula Belmonte e Raquel Verano. Cada uma dessas mulheres tem deixado sua marca em suas respectivas áreas de atuação, inspirando e transformando a sociedade com seu talento e dedicação. 


Durante o evento, Cleuza anunciou emocionada o convite para trabalhar no roteiro de um filme sobre o país africano Camarões, um novo desafio que certamente agregará ainda mais prestígio à sua carreira.


Sobre Cleuza Brandão - Com uma trajetória marcada por talento e dedicação, Cleuza Brandão tornou-se uma figura icônica no cenário artístico e cultural de Brasília. Seu trabalho como dramaturga e roteirista não apenas enriqueceu a cena cultural da cidade, mas também inspirou inúmeras pessoas com sua criatividade e sensibilidade. 


Entre suas obras mais notáveis estão as peças “Diário de Minerva” e “O Presente”, que cativaram o público com suas narrativas envolventes e reflexivas. Além de seu trabalho no teatro, Cleuza também se destacou como roteirista para cinema, contribuindo com sua visão única para diversos projetos. Entre eles, destaca-se um documentário sobre empreendedorismo feminino, que levou luz às histórias inspiradoras de mulheres empreendedoras ao redor do mundo.


Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Condomínios

Postagem Anterior Próxima Postagem
BRB


Bio Caldo - Quit Alimentos