SSA investe R$ 80 milhões em fábrica de Nova Veneza



Destino da próxima incursão da Fieg Jovem, em seu programa estratégico de visitas técnicas, dia 22 de maio, a São Salvador Alimentos (SSA) concluiu, no primeiro trimestre de 2024, a primeira etapa da ampliação e modernização de sua unidade de Nova Veneza, na Região Metropolitana de Goiânia. Os investimentos, que somam R$ 80 milhões, contemplam a sala de cortes, o setor de padronização e a construção de um novo almoxarifado de embalagens primária e secundária. São instalações que vão impulsionar a capacidade operacional da indústria, proporcionando ganhos adicionais à qualidade dos produtos.

Desde o estágio inicial, o projeto foi meticulosamente planejado, com análise abrangente de todos os requisitos e estratégia claramente definida para alcançar os objetivos estabelecidos. A Equipe de Engenharia da SSA atuou com uma equipe multidisciplinar para garantir que todos os marcos fossem alcançados dentro do cronograma previamente definido, demonstrando compromisso com a pontualidade e entrega dos resultados dentro do prazo.

"As obras de ampliação da indústria são de grande importância para o desenvolvimento da SSA e região. Cumprimos todos os prazos de entrega programados, o que é fundamental para um desenvolvimento seguro e eficiente para a companhia. Isso foi possível com o comprometimento da equipe responsável, formada por centenas de profissionais, entre eles equipes de engenharia civil, elétrica, mecânica, automação industrial e ambiental", enfatiza Lucas Carvalho, Gerente de Obras e Desenvolvimento na SSA.

Essa nova etapa de expansão é parte de um projeto estratégico de melhoria da capacidade operacional e da qualidade dos produtos da indústria. O objetivo é aumentar a capacidade de abate e agregar melhorias ao fluxo de produção, visando ganhos em eficiência e produtividade. 

Novas tecnologias, incluindo desossa automática de coxas e sobrecoxas, também foram incorporadas ao processo produtivo. A unidade da SSA em Nova Veneza, projetada para abater até 200 mil aves/dia, atualmente, já abate 140 mil aves/dia.

Os investimentos vão gerar 500 novas vagas de trabalho e possibilitar a ampliação do mix de produtos, com maior rastreabilidade, segurança e elevação do padrão de qualidade. A indústria, que atualmente conta com 1.400 colaboradores, já iniciou o processo seletivo e as contratações para atender à demanda por mão de obra gerada pela expansão.

Desossa automática

Nesta primeira etapa, os investimentos, que totalizam R$ 80 milhões, são direcionados para a ampliação da capacidade de produção, modernização do sistema de desossa e alteração do mix de produção. Desse montante, R$ 35 milhões são exclusivos para a modernização do sistema de desossa, em atenção ao compromisso da São Salvador Alimentos com a inserção de tecnologia e inovação na Unidade de Nova Veneza.

A desossa automática oferece diversos benefícios, alinhados com a Indústria 4.0. São eles a eficiência operacional aprimorada, a qualidade consistente dos produtos, a redução de custos e desperdícios e a diminuição de riscos para os trabalhadores.

Além desta primeira etapa de expansão e inovação em seus processos produtivos, a SSA prevê novos investimentos para os setores de corte e desossa em 2024. Esses sistemas serão altamente precisos e adaptativos, garantindo alto rendimento e precisão nos processos de corte e filetagem.

A indústria ainda obteve a otimização do consumo de energia e a redução dos custos operacionais. Somados, esses ganhos em eficiência e capacidade de produção garantem a excelência operacional necessária para que os produtos atendam aos mais rigorosos padrões de qualidade e segurança alimentar.

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Condomínios

Postagem Anterior Próxima Postagem
BRB


Bio Caldo - Quit Alimentos