Gilvan Máximo foi um dos principais parlamentares da bancada do DF a compor a linha de frente na defesa da manutenção do Fundo Constitucional do Distrito Federal

Hoje foi um dia de vitória! O Deputado Federal Gilvan Máximo, a vice-Governadora Celina Leão, o Governador Ibaneis Rocha e o relator do projeto, Deputado Cláudio Cajado avisaram que o colégio de líderes da Câmara fecharam acordo pela manutenção do Fundo Constitucional e que provavelmente será votado o Novo Arcabouço Fiscal (PLP 93/2023), no plenário da Casa ainda nesta terça-feira (22/8)

Foto: Pedro Santos.

Elogiado por parte dos líderes do Congresso Nacional, Gilvan Máximo foi um importante interlocutor entre Congresso Nacional, GDF e Presidência da República, em prol da manutenção do fundo constitucional do Distrito Federal.
 
Sua primeira vitória, consagrou-se ainda após seu relatório ser aprovado e por fim há 12 anos de salários congelados das forças de segurança pública do DF. A medida contemplou mais de 20 mil homens e mulheres, entre policiais militares, policiais civil e bombeiros.

Hoje, materializou-se mais de 4 meses trabalho de Gilvan Máximo, Vice-Governadora, Celina Leão e Ibaneis Rocha, Governador do DF, com a unanimidade do colégio de líderes do Congresso Nacional, que compreenderam após o exposto a importância da manutenção do fundo, não só pelos profissionais de educação, segurança pública e saúde, bem como em toda a população que teria os serviços precarizados com a alteração no fundo.  

O Novo Arcabouço Fiscal (PLP 93/2023) é um mecanismo de controle do endividamento que substitui o Teto de Gastos, atualmente em vigor, por um regime ­fiscal sustentável, focado no equilíbrio entre arrecadação e despesas.

Vamos aguardar a votação e acompanhar as redes sociais do @gilvanmaximooficial com maiores informações!

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Condomínios

Postagem Anterior Próxima Postagem
BRB


Bio Caldo - Quit Alimentos